Massagem Relaxante

O dia a dia das pessoas é cada vez mais desgastante, seja fisicamente ou mentalmente. É realmente muito difícil encontrar pessoas que já não estejam esgotadas e cansadas por conta de seus empregos, suas responsabilidades familiares e seus problemas. Com o passar do tempo e com o acúmulo das tensões recebidas ao longo deste tempo, o corpo das pessoas começa a sofrer: dores aumentam, o humor muda, doenças começam a aparecer, enfim, a vida da pessoa começa a ficar totalmente negativa. É aí que a massagem relaxante pode ajudar.

O ser humano faz e recebe massagens desde os primórdios das relações em sociedade. Civilizações antigas tinham seus “massagistas oficiais”, mas as massagens mais elaboradas eram exclusivas para os membros da nobreza ou da realeza. Nos dias de hoje, há várias vertentes de estudos e diversos tipos diferentes de massagem, mas a mais difundida é a massagem relaxante simples, que qualquer pessoa pode aprender a fazer.

Como fazer uma massagem relaxante

Não há um passo a passo ou um padrão para fazer uma massagem relaxante em alguém. O relaxamento acontece a partir do estímulo a regiões específicas do corpo e isso só é possível conhecer quando se estuda o corpo humano e suas regiões estimuláveis. É importante lembrar que o corpo humano possui milhões de terminações nervosas e que isso torna o processo da massagem muito mais desafiador, mas ao mesmo tempo simples, já que há diversas áreas para estimular e promover o relaxamento.

Há algumas dicas que podem aumentar as chances que uma massagem relaxante tem de ser realmente proveitosa:

– Começar a massagem pelos membros inferiores (pés e pernas), passando pelo tronco e membros superiores (braços e mãos) e finalizar na cabeça. Este sentido da massagem é muito difundido e praticado pela grande maioria dos massoterapeutas;

– Movimentos circulares de fora para dentro: os movimentos circulares são mais fáceis de fazer e promovem grande relaxamento. O sentido de fora para dentro é uma forma de contrair os músculos e aumentar a área de estímulo;

– Utilização de óleos: além de facilitar o deslizamento das mãos sobre o corpo, os óleos possuem propriedades relaxantes que ajudam o massagista a cumprir o objetivo principal: o relaxamento de quem recebe a massagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *